quinta, 03 30th

Last updateTer., 28 Mar. 2017 5pm

  • Criar Conta
    *
    *
    *
    *
    *
    *

    * Campo Obrigatório.

Centro de Artes e Ofícios

Categoria: Cultura e Turismo Publicado em Sex. janeiro 2013
Visitas: 2298

O Centro de Artes e Ofícios tem como missão promover o acesso da população local ao desenvolvimento e a consequente melhoria da qualidade de vida. As suas acções têm como base a cultura local: promovem a auto-estima e a consciência dos valores patrimoniais nos domínios ambiental e cultural, privilegiam como áreas preferenciais de estudo as Artes, as Ciências da Naturezas as Ciências Sociais. A Educação é o eixo estruturante. Promovem-se acções de formação que visam capacitar os actores locais para as actividades tradicionais, incentivando a inovação, fomentando a multidisciplinaridade. Pretende-se contribuir para a aproximação desta comunidade a padrões de sustentabilidade mais equilibrados e fixar na comunidade valores patrimoniais e culturais, tornando-os acessíveis a um leque diferenciado de visitantes.

O Centro Interpretativo apresenta uma exposição baseada na cultura material do Lugar, numa vertente etnográfica. O visitante pode obter informações relativas à topografia e história do local. O conteúdo deste espaço pretende constituir uma fonte de conhecimento directo para quem o visita, através de painéis informativos. Nesta exposição, podem apreciar-se algumas peças antigas de cultura material, olaria, panaria e cestaria, assim como os instrumentos utilizados na sua execução. Através de documentação audiovisual, podem ainda conhecer-se a cadeia operatória e os contextos de uso destes objectos.

Esta exposição, centrada na valorização e divulgação das técnicas tradicionais do "saber fazer", constitui-se como um importante suporte na projecção e conservação deste património Lugar” é o resultado da experiência de quem o habita ou de quem visita. O contacto com o outro transforma e reinventa, criando novos “lugares”.

 

Roteiros Turísticos

Categoria: Cultura e Turismo Publicado em Qui. janeiro 2013
Visitas: 2599

À descoberta do Tarrafal

 Tarrafal é um diamante por lapidar. Uma pérola preciosa em termos de tradição e cultura, para além dos paraísos naturais que convidam a um passeio turístico. Partir à descoberta deste interior misterioso, mítico e surpreendente, leva o visitante a perder-se entre o verde da paisagem agrícola e o castanho dos imponentes montes que protegem o Município, tendo à cabeça o seu emblemático monte Graciosa.

Tarrafal convida a uma experiência única que ultrapassa o horizonte do sol e do mar e mergulha na tradição mais pura e genuína do interior de Santiago

 O Campo de Concentração guarda a memória de um passado colonial opressivo e da luta pela liberdade do povo de Cabo Verde mas também de todos os Países de Língua Oficial Portuguesa. Um local de passagem obrigatória para quem procura muito mais que um fim-de semana de sol e praia.

 O Monte Graciosa – o ponto mais elevado do Município – impões-se com a sua altivez sobre a  Vila de Mangui, a capital da terra e constitui o motivo de respeito, quase uma espécie de veneração, pelo povo do Tarrafal.

Quando se avista a achada onde se situam Tarrafal e Chão Bom, do alto da Serra da Malagueta, é o Monte Graciosa que lhe dá perspectiva. De todos os cantos do Município, esta montanha é uma presença constante e incontornável.

 O Centro de Artes e Ofícios de Trás-os-Montes

Destaca-se pela preservação e produção da olaria tradicional desta pacata localidade do Tarrafal. Da terra extrai-se o barro e, pelas mãos das oleiras, nasce a obra de arte. Não perca a oportunidade de apreciar bonitos utensílios decorativos e de utilidade doméstica ali produzidos e aproveite para comprar um souvenir original

 Praia de Mangui – protegida e sempre vigiada por Graciosa – é um extenso areal branco, que envolve as águas de azul celeste de uma das mais belas orlas de Santiago, senão mesmo de Cabo Verde. É a única do país povoada de palmeiras, tendo o coqueiral à cabeça. Do outro lado desta baía fica Ponta de Atum, famosa pelas magníficas ondas para a prática do surf e bodyboard

 

Festas e Romarias

Categoria: Cultura e Turismo Publicado em Qui. janeiro 2013
Visitas: 2740

O Tarrafal é rico em festas e romarias. A maioria das quais possui fortes tradições religiosas: 

 •  Festa de N. Sra. Lurdes – Achada do Meio e Figueira Muita - 11 Fevereiro

•   Festa de São José Trás-os-Montes, Ponta Furna e Fazenda – 19 Março

•   Festa de Sta. Catarina - Curral Velho e Pedra Comprida – 1 Maio

•   Festa N. Sra. Fátima – Achada Longueira e Milho Branco – 13 Maio

•   Festa de Sta. Rita - Biscainhos e Achada Biscainhos - 22 de Maio

•   Festa de Sto. António – Achada Moirão – 13 Junho

•   Festa de S. João – Achada Lagoa e Lagoa – 24 Junho

•   Festa Sto. Agostinho – Achada Tenda – 27 Agosto

•   Festa Boa Esperança - Ribeira da Prata - 18 Dezembro 

Sobressaem as festas de Sto. Amaro que coincidem com as festividades do dia do Município, a 15 de Janeiro.

Na área da cultura e da música, muitos filhos do Tarrafal têm-se distinguido a nível nacional e internacional, nomeadamente Mário Lúcio, Beto Dias, Princesito, Maruca Chica, Chando Graciosa e Blick Tchutchi.

O carnaval é uma das actividades em crescimento no Tarrafal. Apesar das dificuldades financeiras existentes, 3 grupos carnavalescos mantém a actividade, nomeadamente Tchabeta/Spiga, Morabeza/Fidjus Mindel e Raíz de Graciosa.

 

Galeria de Imagens

Está em... Home Atividade Municipal Cultura e Turismo